Reviews

Glifage Emagrece? Veja Bula, Como Tomar e Riscos

Você já ouviu falar no Glifage? É um medicamento antidiabético de uso oral com metformina, tradicionalmente reservado para aqueles com diabetes ou resistência à insulina. É utilizado associado a uma dieta apropriada para combater diabetes tipo 2 em adultos, isoladamente ou em combinação com outros antidiabéticos orais, como por exemplo aqueles da classe das sulfonilureias.

Pode ser utilizado também para o tratamento do diabetes tipo 1 em complementação à insulinoterapia. Glifage também está indicado na Síndrome dos Ovários Policísticos, condição caracterizada por ciclos menstruais irregulares e frequentemente excesso de pelos. Mas muitos estudos mostram que ela pode ser também eficaz em pacientes com sobrepeso ou obesos sem diabetes.

GLIFAGE

Composição:

Composição de Glifage

  • Cada comprimido revestido contém:

cloridrato de metformina ……………500 mg

Excipientes: estearato de magnésio, hipromelose, povidona.

  • Cada comprimido revestido contém:

cloridrato de metformina ……………850 mg

(equivalente a 663 mg de metformina)

Excipientes: estearato de magnésio, hipromelose, povidona.

  • Cada comprimido revestido contém:

cloridrato de metformina …………… 1 g

(equivalente a 780 mg de metformina)

Excipientes: estearato de magnésio, hipromelose, macrogol, povidona.

Como este medicamento atua?

  • O Glifage atua no controle dos níveis de glicose no sangue, uma vez que o cloridrato de metformina ajuda o fígado a reduzir a sua produção.
  • Outro efeito é ajudar a insulina do organismo a funcionar melhor, a partir do momento em que torna as células mais sensíveis a ela.
  • O fármaco também colabora para que a quantidade de glicose absorvida no trato gastrointestinal seja menor, e por consequência, a glicose no sangue também reduz.
  • Além dos efeitos positivos em quem possui a doença, os portadores que fazem uso da metformina costumam emagrecer, ou ao menos, não ganhar mais peso, por consequência do tratamento.

*Vale lembrar ainda que a diabetes tipo 2 está associada à obesidade, já que a resistência à insulina é, muitas vezes, um dos motivos do ganho de peso. Assim, como os níveis de açúcar no sangue diminuem com o remédio, o diabético pode perder peso.

Benefícios- Em que este medicamento contribui?

A maioria das pessoas com diabetes tipo 2 tolera bem o glifage. Mas o medicamento pode ter outros usos e benefícios além do tratamento do diabetes tipo 2. Veja alguns benefícios do Glifage:

  • Auxilia na luta contra o câncer, condições neurodegenerativas,
  • Ajuda no tratamento de problemas de visão, como degeneração macular e até mesmo envelhecimento.
  • O medicamento é usado no tratamento de diabetes gestacional e síndrome dos ovários policísticos.
  • Ajuda no tratamento da pré-diabetes (um estado de glicemia acima do normal que não atende aos critérios diagnósticos para diabetes),
  • Auxilia na perda de peso. Muitas pessoas com diabetes tipo 2 perderam peso depois de tomar o medicamento,
  • Protege contra doenças cardíacas em pessoas com diabetes tipo 2
  • Pode ajudar a reduzir ou normalizar o apetite.
  • Ajuda a normalizar o consumo calórico e promover a produção de energia, estabilizando assim a taxa metabólica basal e o consumo calórico.
  • Ajuda a melhorar a massa muscular, a produção de energia e, consequentemente, o metabolismo.

Afinal, Glifage emagrece?

A Glifage funciona através de três mecanismos principais – cada um dos quais poderia explicar as alegações de “perda de peso com metformina”. Esses são:

  • Diminuir a produção de açúcar pelo fígado – o fígado pode realmente fazer açúcares de outras substâncias, mas a metformina inibe uma enzima na via, resultando em menos açúcar sendo liberado no sangue.
  • Aumento na quantidade de utilização de açúcar nos músculos e no fígado – Tendo em conta que os músculos são um grande “sumidouro” para o excesso de açúcar, ao conduzir o açúcar para eles, a metformina é capaz de reduzir a quantidade de açúcar no sangue.
  • Impedindo a quebra de gorduras (lipólise) – isto, por sua vez, reduz a quantidade de ácidos graxos disponíveis, portanto, menos deles podem ser usados ​​para produzir açúcar.

Contra-indicações do medicamento e efeitos colaterais:

Contra-indicações:

O Glifage está contraindicado durante a gravidez e amamentação. Além disso, pacientes com baixo débito, alcoólatra, queimadura grave, desidratação e pacientes com insuficiência cardíaca, respiratória e renal.

Efeitos Colaterais:

O glifage causa efeitos colaterais em algumas pessoas, mas muitas delas são leves e estão associadas à ingestão do medicamento pela primeira vez:

  • Náuseas e desconforto gástrico, como dor de estômago, gases, inchaço e diarréia são comuns entre pessoas que começam a tomar o medicamento.

Para algumas pessoas, tomar grandes doses de metformina imediatamente causa desconforto gástrico, por isso é comum que os médicos comecem com pequenas doses e aumentem a dose ao longo do tempo.

A medicação pode causar efeitos colaterais mais graves, embora sejam raros, como:

  • acidose láctica, uma condição causada pelo acúmulo de ácido lático no sangue. Isto pode ocorrer se demasiada metformina se acumular no sangue devido a problemas renais crônicos ou agudos (por exemplo, desidratação).
  • A insuficiência cardíaca aguda grave ou problemas hepáticos graves também podem resultar em um desequilíbrio de lactato.
  • Pode aumentar o risco de hipoglicemia (baixa de açúcar no sangue), particularmente para aqueles que tomam insulina e medicamentos que aumentam a secreção de insulina (como as sulfoniluréias), mas também quando combinados com a ingestão excessiva de álcool. Mesmo que eu não esteja usando insulina, comecei a monitorar a glicose contínua ( CGM ) para poder ficar de olho nos meus níveis de açúcar no sangue. Naturalmente, a verificação regular com um medidor de glicose no sangue também é útil na prevenção de episódios de baixa taxa de açúcar no sangue.
  • Com o uso a longo prazo da metformina pode bloquear a absorção de vitamina B12, causando anemia, às vezes as pessoas precisam suplementar a vitamina B12através de sua dieta também.

*Para a maioria das pessoas que tomam metformina, os efeitos colaterais são leves e relativamente curtos em duração.

GLIFAGE

Como Usar:

O modo de uso do Glifage deve ser orientado pelo médico, sendo que este poderá indicar a ingestão de comprimidos de 500 mg, 850 mg ou 1 g tomados entre 2 a 3 vezes por dia com as refeições.

O Glifage pode ser tomado isoladamente, em combinação com outros antidiabéticos orais ou com insulina e, a dose diária máxima por dia é de 2.550 mg.

*A dosagem de metformina varia tipicamente de 500 mg a 2.500 mg por dia.

Veja Também:

Gostou do artigo? Compartilhe em suas redes sociais. E caso queira fazer o uso do Glifage  consulte o médico e nutricionista e converse sobre este medicamento, ele irá avaliar se é ideal para o seu caso e orientar em todo o processo de consumo.

Você também pode ficar por dentro de muitas dicas e conteúdos sobre saúde, dieta, suplementos, emagrecimento e bem-estar, é só dar uma olhada nos outros artigos pelo blog. Se ainda tiver dúvidas, entre em contato e deixe sua mensagem, será um prazer te ajudar!

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.