Usar medicamento para ejaculação precoce vale a pena?

fremedios para ejaculacao precoce

Sim. Quem busca o auxílio do medicamento para ejaculação precoce consegue eficientes resultados para combater o distúrbio. Porém, é importante conhecer mais sobre o problema, e procurar um especialista antes de recorrer aos remédios.

É ejaculação precoce está presente na vida de 30% da população adulta masculina em todo mundo. O desajuste no desempenho sexual é vinculado a ansiedade, por isto, é bem comum atingir jovens. O perigo reside no agravamento desse quadro: os homens criam um bloqueio mental, e acreditam não serem capazes de proporcionar satisfação sexual a outra pessoa. Por consequência apresentam insegurança, que leva a baixa estimas e em muitos casos a graves quadros de depressão.

O medicamento para ejaculação precoce surge como opção para evitar o agravamento deste distúrbio, e devolver aos homens a qualidade de vida perdida. Vamos conhecer um pouco mais sobre os remédios disponíveis no mercado que tratam a ejaculação rápida.

remedios para ejaculacao precoce

Remédios para ejaculação precoce que valem a pena

O medicamento para ejaculação precoce ou remédio para ejaculação deve ser ingerido, preferencialmente, quando seguir a um médico especialista, como urologista. No caso de homens que busca tratamento psicoterápico, o psicólogo poderá prescrever alguns remédios antidepressivos. Vamos conhecer as principais substâncias, e como elas agem.

# Trazodona

O cloridato de trazodona é um antidepressivo indicado para casos de homens que sofrem de ejaculação precoce, e tem diagnostico comprovado de ansiedade, e até mesmo de depressão. Em sua forma comercial é encontrado com o nome de Loredon, e vendido em embalagens de 10 e 60 comprimidos (50 mg) ou 30 comprimidos (100 mg).

O tratamento é de até 4 semanas, consumido até 2 comprimidos por dia. Entre seus efeitos colaterais mais comuns estão: dor de cabeça, tontura e náuseas.

# Clomipramina

Outro medicamento para ejaculação precoce que é um antidepressivo é o cloridato de clomipramina. Ele atua diminuindo as inconstâncias no humor do paciente, e algumas fobias. A sua principal função é estimular no cérebro neurotransmissores que controlam a ejaculação: serotonina e noradrenalina.

Esse medicamento para ejaculação precoce é comercializado em embalagens de 20 drágeas de 25 mg, pela marca mais conhecida como Anafranil. Não é recomendado para homens que tenham alergia as substâncias presentes no medicamento, nem àqueles que tenham problemas cardíacos. Efeitos bem comuns de quem usa essa substância são:

  • Sonolência
  • Aumento do apetite
  • Boca seca
  • Sudorese
  • Náuseas

# Fluoxetina

Mais um do grupo dos antidepressivos voltados para o tratamento da ejaculação precoce, o cloridato de fluoxetina é apresentando em cápsulas, com embalagens contendo 30 de 20 mg cada uma delas.

Além de controlar os níveis de ansiedade, a fluoxetina aumenta a produção de serotonina no cérebro. Os efeitos colaterais mais comuns de quem ingere o medicamento, são: diarreia, náusea, fadiga e dor de cabeça.

# Dapoxetina

É um medicamento para ejaculação precoce que equilibra os níveis de serotonina. Diferente dos antidepressivos, a dapoxetina pode ser ingerida horas antes do ato sexual, prolongando o desempenho do homem na cama. O priligy como é conhecido comercialmente a substância, se apresenta em comprimidos de 30 mg e 60 mg. Também é vendido no formato de spray, voltado para tratar a sensibilidade na glande.

A sua diferença entre os demais, é que se trata de um remédio elaborado especificamente para tratar a ejaculação precoce. ainda assim o medicamento pode trazer efeitos colaterais como: enjoo, tontura, sudorese e arritmia.

leia também:

Qual medicamento será o melhor para você?

A prescrição de qualquer substância dessas dependerá do grau de seu problema. Somente o médico poderá indicar uma posologia correta, e se precisará complementar seu tratamento com outras terapias. Veja quando deverá recorrer a ajuda médica:

  • Não conseguir segurar a ejaculação por mais de 30 segundos
  • Quando ao terminar o ato sexual, de forma rápida, não se sinta satisfeito
  • Sempre manifesta uma agitação anormal antes de ter relações sexuais
  • Tenha inflamações na próstata ou em outras partes do aparelho reprodutor
  • Apresente problemas para manter uma ereção logo após começar o coito

Nessas circunstâncias, alguns exames podem ser realizados e o médico certamente receitará o melhor tratamento.

O importante é que o homem afetado por esse problema, procure ajuda. Não adianta se acanhar, e não buscar ajuda. Depois, esteja aberto a todas as possibilidades de tratamento, seguindo todas as recomendações do especialista. Mantenha um bom dialogo com sua parceira, e se for o caso, aproveite os benefícios oferecidos pelo medicamento para ejaculação precoce.

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.